Pular para o conteúdo

Conceito de Redes Sociais

28/12/2009

Segundo pesquisa realizada por Missila Loures Cardozo, da USCS – Universidade Municipal de São Caetano do Sul, São Paulo, SP , Redes Sociais (veja lista das redes sociais) representam um conjunto de participantes autônomos, unindo idéias e recursos em torno de valores e interesses compartilhados. A questão central das redes é a valorização dos elos informais e das relações, em detrimento das estruturas hierárquicas. As redes socias são exatamente as relações entre os indivíduos na comunicação mediada por computador. Esses sistemas funcionam através da interação social, buscando conectar pessoas e proporcionar sua comunicação. Veja os números das redes sociais no Brasil.

Com o surgimento da Internet e o avanço das tecnologias digitais, da mesma maneira que o acesso dos consumidores à informação teve um aumento significativo, aumentou também a facilidade dos consumidores em expressar suas opiniões. O termo Consumer-Generated Media (CGM) ou mídia gerada pelo consumidor, descrever o conteúdo que é criado e divulgado pelo próprio consumidor. Na Internet o CGM está presente em comentários, fóruns, lista de discussões, blogs e fotologs, comunidades, grupos, sites participativos, no YouTube, na própria Wikipedia. Os consumidores utilizam todas as ferramentas disponíveis (Messenger, sites, blogs, e-mails, mensagens, celulares, etc.) para divulgar, sobretudo, suas experiências pessoais e opiniões em relação a produtos, serviços, marcas, empresas, notícias.

Como acontecia com a propaganda “boca-a-boca”, o CGM tende a ter um maior poder de influência sobre outros consumidores do que as mídias tradicionais (TV, rádio, jornais impressos), pois tendem a passar mais credibilidade. A diferença é que, com a tecnologia disponível, o impacto do CGM é muito maior que o “boca-a-boca”. Outra grande vantagem, é o consumidor escolhe aquilo que quer ver e partilha entre seus conhecidos o que considera importante. Desta maneira, a comunicação não se torna impositiva ou imperativa, mas se torna alvo do interesse espontâneo do consumidor, que o torna mais receptivo a mensagem.

A percepção deste fenômeno tem levado algumas empresas a incentivar a prática do CGM junto aos seus consumidores. Outras estão contratando empresas especializadas para pesquisar o que os consumidores estão comentando sobre a sua marca, produto ou serviço. Agora a empresa já não pode comunicar, ela deve aprender a interagir. A publicidade deixou de ser uma via de mão única, onde a empresa emite uma mensagem que o consumidor recebe. Mas nada de estar na Internet só para não ficar fora dela, agora toda ação online deve ser interessante do ponto de vista do retorno sobre o investimento.

 Agência de Comunicação e Consultoria de Franca-SP

……………………………………………………………………………………………………………………………………………….

Sobre o Autor

Twitter | Facebook | LinkedIn | Blog | Orkut

Marcos_Masini

Marcos Masini é jornalista, assessor de imprensa e webwriter. Faz parte da equipe de Mídias Sociais da Marina Silva, ex-ministra do Meio Ambiente e candidata a presidência em 2010 e também do Shopping do Calçado de Franca.

About these ads
Ainda sem comentários

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: